Benjamim, o filho da felicidade.

Colocado em

 

Meu querido Benjamim,

Quando já fores capaz de ler isto já te devo vários pedidos de desculpa. Ainda não sei porquê mas tenho a certeza de que vou falhar, por isso deixa-me desde já pedir-te desculpa e dizer-te com toda a certeza que tenho no coração que fiz o melhor que sabia.

O dia em que soube que ias entrar nas nossas vidas tive medo, medo de não conseguir dar-te tudo quanto mereces, medo de te faltar. Andava tão cansada, a aprender isto de ser mãe pela primeira vez que tive medo de não chegar para tudo. Tive medo porque te amo desde o primeiro segundo e quero o melhor para ti.

Assim que ouvi o teu coração bater não contive as lágrimas e chorei agarrada ao teu pai de felicidade. É a música mais bonita que já ouvi, a do teu coração. O teu coração chamava-me,acolhia-me,dizia-me “olá” e eu respondia que te amava.

Não há medo maior que seja maior que o amor de uma mãe, sei que não vou ser perfeita mas hei-de fazer os impossíveis para que nunca te falte nada.

Mexes-te muito, desde muito cedo…já pensei se serás bailarino, jogador de futebol ou atleta, já imaginei a cor dos teus olhos e a forma da tua mão. Sonho contigo todos os dias e já tenho a tua cama pronta ao lado da do teu irmão. Não imaginas a felicidade que sinto em poder dar-vos um melhor amigo. É isso que é um irmão : um melhor amigo, um anjo da guarda que a vida nos dá.

O mundo anda uma grande confusão, não sei bem se vou conseguir arranjar as palavras certas que expliquem esta vergonha. Os Estados Unidos elegeram um maluco, o país dizem que vai de mal a pior (mas continua lindo), há guerras por toda a parte e umas quantas coisas muito feias demasiado feias para te escrever sobre elas. Apesar de tudo ainda temos a lua, o Mar, flores e música. E uma enorme vontade de mudar e de fazer o bem (não todos mas alguns).

Vamos mudar agora de casa para uma casa maior e com jardim para que vocês possam brincar a vontade e para que possam ver a praia. Estamos no ano de 2017 e eu e o teu pai continuamos perdidamente apaixonados. Continua a beliscar-me todos os dias que acordo e o vejo a dormir ao meu lado.

Querido Benjamim, filho da nossa felicidade, razão da nossa felicidade plena, estamos aqui à tua espera. Vem quando quiseres, vem quando estiveres pronto e não saias do meu colo nunca.

Amo-te hoje,sempre, nas vidas antes desta e nas que se seguirão.

Beijo da tua amada,

Mãe

3Comentários

  1. Mariana Dalot says:

    Querido Benjamim, vem que vais adorar isto aqui! Os mimos do pai, as músicas da mãe e os abraços do mano! E eu tenho a certeza que vai correr tudo bem e vais ser lindo e forte, tal como a família que te criará!

  2. says:

    Te best 👏

  3. Vanessa Silva says:

    Oh querida Carolina! Não aguento sem deixar mais um comentário.
    As tuas palavras, os teus textos, enchem o coração, e por vezes os olhos, de emoção.
    O medo acaba por fazer parte de quase tudo, principalmente nestas alturas. Mas as mães conseguem tudo, não é?! São incríveis!
    Que eles queriam sempre o nosso colo, eu não quero nada que o meu Santiago deixe de querer o meu colo. Que saudades dele já pequenino, o tempo passa a correr, é mesmo verdade, mais uns dias e lá vai 10 meses, assustador.
    Não há melhor.
    Benjamim, tens uma família maravilhosa à tua espera. E nós aqui à espera de te conhecer.

Deixe um comentário

O endereço de email não será publicado.