A miúda dos óculos e do aparelho

Colocado em

Uso óculos desde os 12. E a juntar a esses óculos existia todo um aparelho com elásticos às cores, e todo um conjunto de complexos que tinha por ser a miúda “de óculos e aparelho”. Por isso e por estupidez comecei a usar os óculos com menos regularidade até os ter largado completamente. Eu sei que vocês estão a pensar “então e lentes?” Nunca considerei essa hipótese porque sou a pessoa mais esquecida do mundo e não me ia lembrar de tirar.
Já em adulta, ou “crescida” como eu costumo dizer, voltei a usar óculos mas perco todos. Troco pelos de sol e envio os de ver na mala, ou pouso em cima de uma mesa do café, ou simplesmente desaparecem. Mas estou a ver cada vez pior e tenho de usar óculos, sempre.

Então decidi que 2018 era o ano em que ia tratar de arranjar uns óculos que durassem e que fossem a minha cara. E consegui! Transformei-me num Harry Potter moderno e agora ando (sempre) de óculos. A coisa mais espetacular destes óculos, é que são de sol e de ver ao mesmo tempo, a lente está programada para escurecer quando entra em contacto com a luz solar. Por isso tenho óculos de sol e de ver num par só. Os óculos são da Essilor e esta mudança de cor da lente é possível graças à tecnologia Transitions. Essas mesmas lentes podem ser adaptadas a outros modelos de óculos, é só escolher! São os óculos que tenho há mais tempo, e se querem que vos diga acho que fico com muita pinta!

0Comentários

Deixe um comentário

O endereço de email não será publicado.

Centro de Preferências de Privacidade

Estatísticas

Dados estatísticos

_ga,_gid,_gat